Terapia Cognitivo-Comportamental é o tratamento recomendado para o tratamento do TDAH na França

Depois de dois anos de intensos debates, a Alta Autoridade de Saúde na França (HAS, na sigla em francês) reconheceu oficialmente, o Transtorno do Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade, popularmente chamado de TDAH. A decisão, anunciada em fevereiro, veio acompanhada de uma série de recomendações para os médicos, familiares e profissionais de saúde enfrentarem um problema que atinge entre 3 e 5% da crianças em idade escolar na França.

A recomendação da Alta Autoridade de Saúde é clara ao insistir na abordagem não medicamentosa do distúrbio. O primordial é investir em diferentes medidas educativas, psicológicas e sociais para enfrentar e tentar solucionar o problema. Entre as técnicas sugeridas pela instituição está a Terapia Cognitiva Comportamental, conhecida pela sigla TCC, que ajuda a criança a melhorar sua atenção.

Outros fatores importantes são dar suporte aos familiares para ajudar os pacientes a melhorar seu comportamento, adotar técnicas de reeducação para reforçar as competências cognitivas da criança e trabalhar terapias que permitam a afirmação do indivíduo diante de um grupo.

A HAS recomenda a entrada em ação de medicamentos apenas quando as terapias comportamentais não forem suficientes para resolver ou melhorar o déficit de atenção. O remédio é à base de metilfenidato, um estimulante para o distúrbio, conhecido também por um de seus nomes comerciais, Ritalina. Mas essa terapia medicamentosa, deve entrar no contexto de uma ação global para lidar com a TDAH.

Fonte: http://pt.rfi.fr/geral/20150304-franca-reconhece-disturbio-de-deficit-de-atencao-e-hiperatividade

Terapia Cognitivo-Comportamental Rio de Janeiro


Destaque
Recente
Siga-me
  • Facebook Classic
Palavras-Chave
Nenhum tag.